24.1.07

Incapacidade

Existem dias que simplesmente deveriam ficar retidos no esquecimento...ninguém disse que cuidar dos outros era fácil...os que nos conhecem de trás para a frente teimam em se fazer de surdos...os que nos ajudam a criar a nossa história profissional insistem em medir forças...contudo a ambivalência está sempre presente: "quero mas não quero", pensam...até se decidirem vão jogando com os riscos, com os dias negros e os problemas que dominam o panorama...."pode ser que passe!".

Enquanto cavam um buraco bem fundo, eu aguardo no topo do mesmo com uma escada de emergência...tenho mais do que tempo para lidar com o meu sentimento de incapacidade...só posso ajudar quem quer ser ajudado....vou rezando para não me desequilibrar....

21.1.07

Silent Sea

Algo que me distraiu do meu estudo....vale a pena ouvir....


I was happy in my harbour
When you cut me loose
Floating on an ocean
And confused
Winds are whipping waves up
Like sky scrapers
And the harder they hit me
The less I seem to bruise


And when I
Find the controls
I'll go where I like
I'll know where I want to be
But maybe for now
I'll stay right here
On a silent sea
On a silent sea


I was happy in my harbour
When you cut me loose
Floating on an ocean and confused
And when I find the controls
I'll go where I like
I'll know where I want to be
But maybe for now I'll stay right here
On a silent sea
On a silent sea
Oh, stay right here
On a silent sea
On a silent sea, oh


And when I find the controls
I'll go where I like
I'll know where I want to be
Maybe for know I'll stay right here
On a silent sea


KT Tunstall, Eye to the Telescope (2005)

17.1.07

Corre...corre...corre....


Perdido nas “coisas da vida”, coração bate todos os dias como é suposto…o sangue circula-me nas veias…por vezes corre, corre, corre….quando dou por ela mais uns meses se passaram e o resultado imprime-se em folhas de papel que revelam o passaporte para o meu FUTURO! Ainda me falta qualquer coisa….