24.6.08

Fantasmas


Facilmente me lembro...como uma teia o pensamento prende-se ao que nunca irei esquecer...sinto-o como se fosse o agora...

Talvez vendesse a alma para ficar lá... presa... para sempre...