12.3.11

Marrar...

Marrar nunca foi para mim...aos trinta anos tinha esperança que o meu tico e teco tivessem amadurecido e recebessem de braços abertos a pilha de apontamentos que tenho que depositar em meia dúzia de folhas daqui a 15 dias...Em vez disso os desgraçados transportam-me constantemente para cenários paradisíacos, onde as minhas alergias ao sol afinal são um mal menor...ou para uma pista obscura, que mais tarde provoca um zumbido nos ouvidos e uma certa dor de cabeça na manhã seguinte...agora...preocupante, preocupante é eles transportarem-me com saudade para todo o trabalho que tenho em atraso e que foi encostado no lado direito da minha secretária...afinal gosto de reescrever e reescrever artigos (porque os revisores são meus amigos) ao mesmo tempo que me encaixo em mil e outras tarefas diárias, gosto de ler e ler e ler sobre a temática da minha tese e uma defesa de doutoramento daqui a quase dois anos, hoje parece-me canja*...


*Sinal grave de senilidade, perante o qual se solicita a ajuda de um psi que ande por aí e que se sinta com pachorra para aturar dramas existenciais...

3 comentários:

R. disse...

Compreendo-te tão bem :)
Beijinho e bom trabalho!
P.S. Também faço alergia ao sol!!!

psilipe disse...

Disponibilizo-me para a parte do SOS Psi... Basta um telefonema ou o Skype. ;)

Cátia Oliveira disse...

R., é tranquilizante saber que existe alguém por aí que me compreende...quer com o estudo, quer com as alergias ao sol...;)

Filipe,ligarei caso o tico e o teco fizerem curto-circuito...eheheh...pode ser que não seja desta! ;) Saudaditas....