3.10.11

Desconfio sempre de alguém que não gosta de animais...

Deprimente a crónica da jornalista e escritora Catarina Fonseca na edição de Outubro da Revista Activa...o destaque "descansem que não é uma história tipo adoptei um gatinho e a minha vida nunca mais foi a mesma" ilustra verdadeiramente todo o conteúdo da crónica. 

Ter ou não ter um animal doméstico* é uma opção pessoal e depende de inúmeros factores. Isso não significa que não tenhamos respeito por eles e pelas pessoas que diariamente cuidam e partilham o seu espaço com eles**. 

Não deveria ser uma chatice falar do Dia Nacional do Animal e das campanhas SOS Animal. Não é hilariante quando se menciona que "se assassinou uma tartaruga". E é um sinal de ignorância quando se desdenha dos efeitos que um animal pode ter na vida de uma pessoa (para não falar em crianças, idosos, pessoas doentes, pessoas portadoras de deficiência).

Se a ideia principal era ter piada, pois então o resultado foi o contrário. Sorte a do cão que se encontra na fotografia da crónica em ter um outro dono. 

*Habitualmente os sobrinhos estão fora deste tipo de contagem, digo eu.
**Um gato não é uma ratazana.

4 comentários:

R. disse...

Concordo tanto contigo!

Anónimo disse...

São já habituais os textos de Catarina Fonseca na revista Activa onde impera a sua antipatia e ironia para com os animais e também para quem os protege e defende. Deixei de comprar a revista por esse motivo. raramente aparece um artigo onde ela faça chacota e ironia com o assunto. è certamente uma pessoa má, mas a Revista Activa devia ter mais respeito pelos seus leitores e dispensar esta colaboradora o mais rápido possível.
Lurdes

Anónimo disse...

No comentario que acabei de escrever onde eu digo "raramente aparece um artigo onde ela faça chacota", deve ler-se " raramente aparece um artigo onde ela NÂO faça chacota"
Obrigada
Lurdes

Cátia Oliveira disse...

Lurdes, não podia concordar mais...